segunda-feira, janeiro 19, 2004

Para lá de Marrakesh



"Estava em pleno coração de Marrakech. O chão respirava o mesmo sol e o mesmo
azul do céu. Espaços a perder-nos de ânsia e deslumbramento e a ganhar-nos
o vício de voltar. No sopé do Atlas e no limiar do grande deserto, Marrakech
abriga-se entre azuis e ocres e é todos os dias protagonista de uma história
de mil e uma noites.

Os cenários de exótico encantamento ou de amor à primeira vista agarram-se
a nós para nunca mais partirem. Estou num lugar onde a imaginação fervilha
e embala os sonhos de aventura e romance entre a sumptuosidade da sua luz e
das suas sombras. Aqui a vida agita-se por entre becos, passagens, escadas
e pátios a desembocar numa rede de ruelas apinhadas de tendas de mercadores.

È, de facto, a cidade de prata, cobre e latão; cerâmicas, djellabas bordadas,
frutos secos, chá de menta e muitos, muitos cenários intrigantes que se confundem
em espectáculo alucinante, misterioso, místico e complexo. Mergulho na exuberante
praça Djemma El Fna que é o espaço do fascínio. Aquilo é um palco para um
espectáculo diário de vendedores e larápios, barbeiros e dentistas, encantadores
de serpentes, turistas e feiticeiros. Os cheiros da carne, dos sumos e especiarias
confundem-se com os engolidores de fogo, dançarinos e músicos, onde o passado se
casa com o presente para nos acompanhar num futuro de memórias. Num labirinto de
sombras e de luzes, toda Marrakech se desembrulha de beleza, conservando intacta
a sua capacidade de maravilhar.
Em qualquer parte de Marrocos, deambular pelos souks é uma especiaria para os
sentidos e cresce-nos uma surpreendente agitação no ritual de regatear com um
copo de chá na mão.
Todo o viajante acredita que Marrocos é o país árabe que conseguiu reter no
tempo o seu elemento mais marcante: o mistério. Em Marrocos, o mistério é
galvanizante e respiram-se instantes com um cheirinho de violência que abana
o visitante mais indiferente.

Daquela terra de mil rostos ficaram tatuados na memória os cheiros, as cores e
sensações que contagiaram uma apanhado de almas em busca dos encantos do deserto.
No regresso fiz o meu papel: contei uma história."

Agradeço a história enviada por um dos nossos leitores, que infelizmente não se identificou.

1 Comentários:

Às 8:13 da manhã , Blogger Mimi disse...

Marrakech is really a great place for tourists, one must visit it while its still unspoilt.
There are loads of things to do in marrakech!
Tourism in rapidly picking up there and so is commercial activity.
Goverment plans to increase the no of incoming tourists to 10 million a year!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial