segunda-feira, abril 17, 2006

Toronto

O que é uma cidade, senão as suas gentes.” – William Shakespeare

Toronto tornou-se uma cidade edificada à imagem dos seus próprios habitantes, nutrida pelas numerosas influências do seu tecido social em constante mutação, uma cidade em expansão permanente e animada pelas suas capacidade e energia.
Os Torontinos demonstram uma capacidade de abertura surpreendente em citadinos, principalmente numa cidade do tamanho e importância de Toronto. A cidade é uma grande metrópole e, no entanto, temos a sensação de estar na intimidade de uma aldeia. A sua hospitalidade atrai milhões de pessoas vindas dos quatro cantos do mundo, formando um forte mosaico humano de uma grande riqueza cultural. Toronto não tem um, mas sim três bairros chineses. Tem não só um Festival das Caraíbas, mas o maior festival fora das Caraíbas. Toronto não tem simplesmente diversidade: é a cidade com maior diversidade a nível mundial. Toronto é uma cultura de culturas, um lugar de oportunidades ilimitadas onde todos são apreciados pelo modo como se diferenciam e não pelo modo como se integram. Os torontinos não procuram resolver as suas divergências, antes se sentem estimulados por elas. Os torontinos celebram a humanidade.
A lista daquilo que faz de Toronto um ligar tão especial não pára de crescer: a sua arquitectura inovadora, a zona dos teatros, as centenas de restaurantes étnicos, o carácter dos seus bairros, uma legislação tolerante, museus que são autênticas obras de arte, as histórias das esquinas de rua, a sua limpeza, o Festival Internacional do Filme, os parques, os lagos, a celebração da humanidade. Em resumo, Toronto é uma cidade edificada com e para a infinita imaginação das pessoas que cá vêm. E são estas pessoas que fazem de Toronto a cidade da imaginação.
Verdadeira cidade de turismo, Toronto é o lugar ideal para o viajante que procura uma experiência urbana sem par. Durante muitos anos, Toronto foi o segredo mais bem guardado dos destinos turísticos, devido à modéstia das suas gentes. Mas os meios de comunicação e os viajantes exigentes descobriram esta Meca cultural e estão a começar a espalhar palavra.A diversidade incomparável da cidade explodiu a pouco e pouco numa variedade de atracções que não têm equivalente em mais nenhum lugar. Um fim-de-semana prolongado em Toronto mal chegará para tomar o gosto do que a cidade tem para oferecer. E gostos há muitos: grego, chinês, português, jamaicano, italiano. São gostos que ultrapassam a culinária. Da renovação do Museu Real de Ontário, a cargo de Libeskind, ao plano de Ghery para a Galeria de Arte de Ontário, das alturas da torre CN às vistas do lago sem fim, do bairro boémio da destilaria aos inúmeros bairros étnicos, Toronto é uma cidade em constante transformação e expansão.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial